FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

previewA Comissão Especial que analisa a PEC 06/2019 (Reforma da Previdência) na Câmara dos Deputados, aprovou na última quinta-feira (04) o seu Relatório, com pouquíssimas alterações. O Projeto, que vai agora a votação no Plenário, estabelece a pior aposentadoria policial do mundo. Sem reconhecimento do trabalho policial como atividade de risco, o projeto acaba definitivamente com a Paridade, com a Integralidade, abre a possibilidade de cobrança de contribuição extraordinária, institui idade mínima, além de abrir a possibilidade dos estados estabeleceram regras ainda mais restritivas para os policiais civis , inclusive, com a possibilidade de retorno à ativa de policiais em licença que aguardam homologação do pedido de aposentadoria.

Líder do Governo Bolsonaro afasta deputados que votariam pela Aposentadoria Policial

Durante todo o processo de discussão e votação da PEC 06 na Comissão Especial, a grande polêmica eram os Destaques que garantiam direitos mínimos para aposentadoria policial. Dois Destaques, em especial, tentavam reverter os ataques aos policiais. Entre eles, o do deputado Hugo Leal (PSD/RJ), que foi elaborado em conjunto com a COBRAPOL, era o que possuía maiores condições de aprovação.

Leia mais...

previewA UGEIRM, em conjunto com a empresa norte-americana DART, estará disponibilizando o uso de simulador de treinamento de tiro durante a próxima semana, de 09 a 12/07, na sede do sindicato.

A DART vai instalar seu melhor simulador de tiro na sede do sindicado e disponibilizará técnicos e instrutores de tiro para permitir que todo (a) associado(a), interessado em efetuar treinamento e conhecer o equipamento, possa atualizar-se no que há de melhor em sistema de treinamento de tiro em ambiente limpo.

A degustação do simulador de tiro se dará durante toda a semana e obedecerá uma agenda pré-definida, permitindo assim um melhor atendimento aos associados, conforme segue:

– O horário de treinamento será de terça à sexta feira (09 a 12/07), sempre nos horários das 09:30 às 11:30hs e pela tarde das 14:30 às 17:00h.

Leia mais...

previewA organização da 2ª edição dos Jogos da Polícia Civil, prorrogou as inscrições para todas as modalidades até a próxima terça-feira (09/07).

A realização do evento tem como objetivo a integração dos (as) policiais civis, bem como a promoção da qualidade de vida dos (as) servidores (as), através do estímulo à prática esportiva.

A UGEIRM é parceira da realização dos jogos, desde a primeira edição, que ocorreu no ano passado. Neste ano, o sindicato está participando como patrocinador exclusivo. As inscrições podem ser realizadas pela internet e qualquer dúvida pode ser sanada com a Escrivã Aldrey (51 3288 2385), ou através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

As modalidades: Voluntário, Rústica ( 4.650km), Vôlei Misto, Tiro ( individual e equipe), Futsal masculino e feminino e Jiu Jitsu.

previewNesta terça-feira (02), o relator da Comissão Especial que analisa a reforma da Previdência na Câmara dos Deputados, fez a leitura da sua “complementação de voto”. Como esperado, o relator rejeitou o Destaque 40, apresentado pelo deputado Hugo Leal (PSD/RJ) a pedido da COBRAPOL.

Com a rejeição por parte do relator, a possibilidade de admissão do Destaque 40, que garante a isonomia entre policiais e militares na reforma da Previdência, fica restrita à apresentação na Comissão, por parte de alguma bancada, e a aprovação pela maioria dos integrantes da Comissão. Por isso, é fundamental reafirmarmos a pressão em cima dos parlamentares. A UGEIRM está orientando os policiais a enviarem mensagens aos deputados, via e-mail e WhatsApp, demonstrando os males que essa proposta trará para a segurança pública e os (as) profissionais da segurança pública. Ao final desse texto, segue uma sugestão de texto para ser enviado aos parlamentares.

Relator reincluiu possibilidade de cobrança de contribuições extraordinárias

Leia mais...

previewNo início da tarde do dia 02 de julho, policiais civis, guardas municipais e agentes penitenciários, vindo de todos os Estados da federação se reuniram na Praça dos Três Poderes. Durante toda a concentração representantes das entidades discursaram e foram uníssonos ao manifestar o sentimento de traição do Bolsonaro, uma vez que a segurança pública sempre foi discurso central da sua campanha.

Alguns parlamentares compareceram à manifestação e mostraram que são solidários aos pleitos. Dentre os parlamentares que discursaram, destaca-se a fala do investigador/deputado federal, eleito pelo PSL de Minas Gerais, Léo Motta o qual assumiu o compromisso, diante de aproximadamente cinco mil pessoas, de que votaria os destaques a favor da segurança pública, mesmo que a orientação do partido fosse contrária.

Leia mais...

previewEstão abertas até o dia 04 de julho (quinta-feira), as inscrições para a 2ª edição dos Jogos da Polícia Civil. No ano passado foi realizada, com grande sucesso, a primeira edição dos jogos. A realização do evento tem como objetivo a integração dos (as) policiais civis, bem como a promoção da qualidade de vida dos (as) servidores (as), através do estímulo à prática esportiva.

A UGEIRM é parceira da realização dos jogos, desde a primeira edição, que ocorreu no ano passado. Neste ano, o sindicato está participando como patrocinador exclusivo. As inscrições podem ser realizadas pela internet e qualquer dúvida pode ser sanada com a Escrivã Aldrey (51 3288 2385), ou através do e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo..

As modalidades: Voluntário, Rústica ( 4.650km), Vôlei Misto, Tiro ( individual e equipe), Futsal masculino e feminino e Jiu Jitsu.

preview

Em ato de protesto em defesa de uma aposentadoria policial digna e justa, representantes dos Policiais Civis, Federais, Rodoviários Federais, Guardas Municipais e Socioeducativos, ocuparam, nesta segunda-feira (01), o Salão Verde da Câmara dos Deputados, em Brasília.

O objetivo dos manifestantes, é chamar a atenção para os ataques à Aposentadoria Policial, contidos na proposta de reforma da Previdência em tramitação na Câmara dos Deputados. O presidente da COBRAPOL, André Gutierrez, ressalta que essa manifestação é um desabafo dos policiais, ““estamos cansados de tanto empurra-empurra, desde a palavra não cumprida do presidente Bolsonaro até o compromisso não assumido pelas lideranças do governo no Congresso Nacional. O que queremos é tão-somente o direito a uma aposentadoria justa, através de um sistema diferenciado por conta da atividade de risco que exercemos e conforme os militares estão sendo tratados”.

Bolsonaro descumpriu palavra dada aos policiais

Durante o Ato dos policiais, realizado em Brasília nesta terça-feira (02), uma das palavras mais ouvidas foi “traidor”. Era a revolta da categoria com a quebra de palavra do presidente Bolsonaro. No dia 20 de maio, em reunião com uma Comissão de representantes de Policiais Civis, Federais e Rodoviários Federais, Jair Bolsonaro se declarou favorável a um tratamento isonômico entre os militares e os policiais e garantiu a inclusão da Emenda da Segurança Pública no relatório final da Comissão. A Emenda não foi incluída no Relatório e, agora, o presidente se cala, enquanto seus ministros Paulo Guedes e Onyx Lorenzoni se movimentam para barrar o Destaque 40. Por outro lado, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, articula para desidratar os votos dos deputados na Emenda 40. Não há outra palavra para definir a atitude de Bolsonaro, Onyx e Rodrigo Maia, que não seja traição.

Equipe Econômica pressiona contra Destaque da Segurança Pública

Leia mais...

preview

O deputado Léo Moraes (foto), vice-líder do PODEMOS na Câmara dos Deputados, a pedido da COBRAPOL e demais entidades que integram a União dos Policiais do Brasil, protocolou, o Destaque da Emenda 145/2019 (foto abaixo) à PEC 6/2019 (Reforma da Previdência), de modo a assegurar a votação, na Comissão Especial que discute a matéria, do regime diferenciado para os profissionais de segurança pública do país.

Leia mais...

Prezados Policiais,

Informamos a abertura de prazos para o PROCESSO PROMOCIONAL referente a 01.10.2019, conforme estimativa de cronograma e quadro de vagas anexos, bem como orientações a seguir.

1. DAS AVALIAÇÕES:

Os policiais deverão ser avaliados referente ao trabalho desenvolvido no período de 1º de janeiro a 1º de abril de 2019.

Prazo para o policial cadastrar o seu avaliador na intranet/PC: de 26/06/2019 a 19/07/2019. É responsabilidade de cada policial entrar com o seu usuário na intranet e cadastrar o seu avaliador dentro do prazo. Após 19/07/2019 a intranet/PC será bloqueada para cadastro ou alteração de avaliador.

Prazo para o avaliador realizar a avaliação na intranet/PC: de 26/06/2019 a 26/07/2019. É responsabilidade dos Delegados de Polícia avaliarem os seus subordinados dentro do prazo.

2. DOS CURSOS:

Leia mais...

previewPoliciais civis, guardas municipais e agentes penitenciários socioeducativos estão em vigília no Salão Verde, no Congresso Nacional buscando a garantia da aposentadoria policial.


O ato é um desabafo dos agentes da segurança pública que dia após dia morrem em serviço e temem deixar suas famílias desamparadas.


Desrespeitar as polícias judiciárias e demais órgãos da segurança pública tem como única consequência, a falência das instituições. Aparentemente o atual governo busca policiais envelhecidos, desmotivados e desrespeitados para proteger a população. 


O crime não escolhe distintivo, o governo também não deveria. Seguiremos firmes na luta até chamar a atenção dos parlamentares para o tremendo erro de não garantir a isonomia entre as polícias judiciárias e militares. 

Leia mais...

previewDesde o amanhecer desta segunda-feira (1), representantes sindicais dos quatro cantos do país encontram-se mobilizados em Brasília, buscando a conscientização dos parlamentares sobre os malefícios da reforma da previdência para a categoria policial. 


A mobilização é um chamado da COBRAPOL e da UPB Nacional e as reuniões são todas voltadas para a busca do direito da aposentadoria policial.


O diretor jurídico Mario Flanir e o secretário-geral Sandro Quevedo estão representando o SINPOL RS nesta empreitada.
Agora a tarde, em fala do Dep. Luiz Miranda (DEM/DF), ficou claro que os parlamentares e o governo não estão cientes do estrago que a PEC 6/2019 faz as polícias judiciárias, segundo o vídeo abaixo, nem o Presidente da Câmara Dep. Rodrigo Maia (DEM/RJ) tem pleno conhecimento dos fatos. 

Leia mais...

previewA terça-feira (25) foi marcada por protesto de policiais civis pelo Brasil inteiro. Em vários estados, os policiais fizeram manifestações defendendo a aposentadoria policial e cobrando do governo e dos parlamentares o respeito aos direitos da categoria.

No Rio Grande do Sul, a categoria atendeu ao chamado da UGEIRM e realizou reuniões em várias delegacias pelo estado, onde se discutiu a reforma da Previdência e as suas consequências para a Polícia Civil. Em Porto Alegre, a UGEIRM realizou, durante todo o dia, uma vigília na frente do Palácio da Polícia, onde dialogou com a população e distribuiu panfletos, explicando as consequências da reforma da Previdência para a segurança pública.

COBRAPOL garante apresentação de destaque da Segurança Pública à PEC 06

Leia mais...

previewApós a assembléia geral extraordinária convocada pelo Sr. Elmar Schimidt Osório, Presidente do Sindicato dos Policiais Civis de SC – SINPOL/SC, decidiu-se que no dia de ontem (25/06) seria realizada uma manifestação pública para demonstrar a insatisfação dos Policiais Civis Catarinenses frente à falta de isonomia, apresentada no relatório da reforma da previdência, entre os integrantes das forças de segurança pública.

Aproximadamente 70 (setenta) policiais civis se reuniram em frente à 5ª Delegacia de Polícia da Capital, local em que se concentraram e, de forma ordeira, estenderam cartazes e fizeram a entrega de materiais gráficos demonstrando os diversos pontos que atingem os profissionais.

Acaso as medidas previstas no relatório sejam aprovadas, ocorrerá um significativo enfraquecimento das forças policiais, trazendo prejuízos inestimáveis para toda sociedade.

Leia mais...