FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

O Conselho de Representantes da UGEIRM, em reunião realizada no dia 6 de agosto, deliberou por realizar uma paralisação de protesto no dia 30 de agosto. A escolha da data, é para marcar mais um mês em que os (as) Policiais Civis ficam sem receber seus salários. Os principais eixos da paralisação são a rejeição ao atraso de salários, à criação da alíquota extra da Previdência, à morte de policiais, pela revisão das operações policiais e pela publicação das aposentadorias represadas.

Orientações para a paralisação do dia 30 de agosto

– A paralisação começará às 8 horas da manhã e se estenderá até as 20 horas;

– Em Porto Alegre, a UGEIRM fará uma concentração em frente ao Palácio da Polícia durante todo o dia;

– A orientação é para que não haja circulação de viaturas. Todas devem permanecer paradas no órgão a que pertencem;

– Serão atendidas somente ocorrências policiais de Maria da Penha com pedido de medidas protetivas, atendimento a idosos, homicídios, estupros, furto/roubo de veículos (com exceção de devolução de veículos) e prisões.

– Não serão procedidas diligências externas, e nem a confecção de inquéritos e termos circunstanciados.

– É fundamental mantermos o diálogo com a população, explicando os motivos da nossa greve. É preciso mostrar à população que a nossa luta é por uma segurança de qualidade, com um serviço público que funcione. O principal objetivo da nossa paralisação é a garantia da segurança do povo gaúcho.

 

previewNova pesquisa mostra que, para 60%, projeto aprovado na Câmara só é bom para os mais ricos ou não beneficia ninguém

Brasil de Fato | São Paulo (SP), 26 de Agosto de 2019 às 16:05

A maioria dos brasileiros não acredita que a reforma da Previdência proposta pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) e aprovada na Câmara não terá benefícios à população, segundo pesquisa MDA/CNT divulgada nesta segunda-feira (26). Para começar a valer, as novas regras ainda precisam da aprovação só Senado.

O levantamento, que também apontou novo aumento na avaliação negativa do governo Bolsonaro, mostrou que 52,7% dos entrevistados são contra o projeto e apenas 36,6% a favor. Outros 10,7% não souberam responder.

Leia mais...

previewLuís Eduardo Gomes

O Ugeirm, sindicato que representa investigadores, escrivães e inspetores da Polícia Civil, acusa o governo estadual de Eduardo Leite (PSDB) de discriminação e preconceito pelo que considera ser uma posição de recusa em nomear portadores de deficiência física aprovados em concurso para a Polícia Civil. Segundo o sindicato, o governo não está cumprindo a reserva de 10% de vagas para candidatos portadores de deficiências, o que era previsto em edital e determinado pela Lei Estadual 13320/09. Caso esse percentual fosse respeitado, isso significaria 35 vagas para o cargo de escrivão e 35 para o de inspetor.PUBLICIDADE

“Tem a reserva de vaga para portadores de deficiência. Eles se inscrevem, passam no concurso, fazem todas as provas, física e psicotécnico, passam em tudo. Chega na hora de ir à academia, para o treinamento, são rejeitados por motivos de saúde, e é sempre algo genérico”, diz Fábio Castro, vice-presidente da Ugeirm. “Existe uma lei de reserva de vagas e ela é sistematicamente desrespeitada pelo poder público”, diz, acrescentando que o Ugeirm deve procurar órgãos como a Comissão de Direitos Humanos da Assembleia Legislativa para fazer a denúncia.

Leia mais...

previewNa data de hoje recebemos no SINCLAPOL a visita do veterano Antonio Carvalho, da cidade de Cruz Machado. O qual ja fez parte da Diretoria do SINCLAPOL.

As Escrivães de Polícia que integram a Diretoria do Sindicato, Desiree Larocca, Valquiria Gil Tisque e Crislaine Antunes fizeram questão de recepcionar nosso Escrivão Veterano que nos trouxe nesta tarde muita experiência, alegria e paz.

Nossa gratidão a todos os colegas que estão caminhando conosco e torcendo para que esta gestão do Sindicato seja uma nova etapa na Polícia Civil do PR.

Curitiba, 23 de agosto de 2019.

SINCLAPOL.

previewNa data de hoje fomos recebidos pelos colegas de Paranaguá. Onde foi realizada eleição do Delegado Sindical e seu suplente.

Sendo respectivamente:

Cristian César de Oliveira

Vinícius Nemr da Silva

Em breve teremos todos nossos Delegados devidamente eleitos ou nomeados e isso facilitará os trabalhos nas subdivisões.

previewNa última quinta-feira (15), o Presidente do STF, Ministro José Antonio Dias Toffoli, recebeu uma comitiva formada pelo Vice-presidente da UGEIRM, Fabio Castro, pelo representante do SINPOL/RS, Mário Flanir, pelo Dr. Saul Tourinho, advogado do escritório Ayres Britto, pelo Deputado Federal Paulo Pimenta e por outros representantes sindicais do Ceará e de Rondônia.

O encontro teve como objetivo viabilizar a retomada da pauta sobre o julgamento da Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que envolve o aproveitamento dos Investigadores. Esta ADI, promovida pela Procuradoria Geral de Justiça/RS (PGJ), busca a declaração de inconstitucionalidade da Lei Estadual nº 14.433/2014 e do Decreto Estadual nº 52.176/2014. A reunião foi uma iniciativa das entidades e contou com a articulação do Deputado Federal Paulo Pimenta (PT/RS) para a sua concretização.

Na reunião, as entidades apresentaram as consequências que a reversão da extinção do cargo de Investigador e do aproveitamento destes servidores nos cargos de Escrivão e Inspetor de Polícia trará para a Polícia Civil. Foi manifestado ao Presidente do STF, o verdadeiro retrocesso que isso significará para segurança pública do RS, com a extinção de várias vagas, prejudicando tanto os colegas que já foram promovidos quanto os que aguardam uma futura promoção. Essas vagas se encontram suspensas e, caso a ADI seja rejeitada, elas serão retomadas, beneficiando toda a categoria com a abertura de novas vagas para Promoções.

Leia mais...

previewNem o ex-presidente Temer, ciente de que era investigado, utilizou-se de transferências sem aviso prévio.

16/08/2019 – 17h52min – Humberto Trezzi

Jair Bolsonaro nem parece ter 30 anos de prática política. Anunciou a demissão do superintendente da Polícia Federal no Rio de Janeiro, Ricardo Saadi, no meio de uma conversa informal com jornalistas em Brasília, quinta-feira (15). Sem solenidade, sem aviso prévio, sem meias palavras. E passou longe da elegância.

– Motivo: a questão de produtividade – resumiu, ao sair do Palácio da Alvorada.

Qual produtividade?, insistiram os jornalistas. Mas, como de hábito, Bolsonaro cortou a conversa ao meio. Há quem cogite que Saadi possa ser transferido porque a PF está por comprovar malfeitos de um dos filhos do presidente, o senador Flávio Bolsonaro (PSL) – embora a investigação principal esteja com o Ministério Público.

Leia mais...

previewA MELNICK EVEN Construtora e Urbanizadora, estará realizando no mês de AGOSTO a  Tradicional Campanha de Descontos: ” Special Week “.

Até o dia 30/8 as unidades serão represadas para Pastas de Interessados e no dia 31/08,  estaremos buscando o melhor negócio, com ótimos descontos,  entrada de R$ 3.000,00 para validar o Negócio no Dia.

Mais informações com Isabel Fantin | Atendimento Especializado Melnick Even – (51) 98586-7002 | Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. 
www.melnickeven.com.br

previewEstiveram reunidos no SINCLAPOL, na data de hoje, representantes dos veteranos da Polícia Civil do Paraná, para oficializar a Comissão que passará a auxiliar nos trabalhos, conforme estabelecido em Assembleia Geral.

Teremos reunião no dia 23/08/19 com os representantes da ADEPOL e SIDEPOL visando iniciar as novas medidas que serão adotadas, também conforme Assembleia.

SINCLAPOL/PR

previewNa tarde da última quinta-feira (15), uma comitiva formada pelo Diretor Jurídico do SINPOL RS Mário Flanir, pelo Dr. Saul Tourinho, advogado representante do escritório Ayres Britto, pelo Deputado Federal Paulo Pimenta, pelo Vice-Presidente da Ugeirm, Fábio Castro e por outros representantes sindicais do Ceará e de Rondônia, esteve reunida com o Presidente do Supremo Tribunal Federal, Ministro Dias Toffoli.
O objetivo do encontro era viabilizar a retomada da pauta sobre julgamento da ação que envolve o aproveitamento dos policiais referidos na lei 14.433/2014.
A reunião foi extremamente positiva e como resposta, Dias Toffoli afirmou que o tema será julgado até o final do ano.

previewDesde outubro do ano passado, o governo do Estado tem bloqueado os pedidos de aposentadoria dos Policiais Civis gaúchos. A justificativa apresentada, seria um Parecer da Procuradoria Geral do Estado (PGE), recomendando que o governo aguarde a Decisão do STF a respeito da ADI 5039, que decidirá sobre o direito dos Policiais à Paridade e à Integralidade nas suas aposentadorias. Essa ADI seria julgada no Supremo no mês de junho, mas foi retirada devido ao congestionamento da Pauta do STF. Uma nova data ainda será marcada pelo Tribunal, sem nenhuma previsão de quando o julgamento será realizado.

Demora no julgamento é providencial para o Governo do estado

Desde que assumiu, o governador Eduardo Leite e a sua equipe econômica têm batido na tecla do déficit da Previdência Estadual. De acordo com o governo, essa seria uma das principais causas da grave crise financeira porque passa o Rio Grande do Sul. Nas contas da Secretaria Estadual da Fazenda, o déficit da Previdência chegou a 11,65 bilhões em 2019. Na visão dos técnicos, os principais “culpados” por esse déficit, seriam as aposentadorias das áreas da educação e da segurança pública. O que explica o represamento das aposentadorias da Polícia Civil e as constantes ameaças de mudanças na aposentadoria policial.

Leia mais...

Em novembro de 2015 a UGEIRM, em conjunto com outras entidades da segurança pública gaúcha, ajuizou um Mandado de Segurança Coletivo, que objetivava garantir o pagamento integral dos vencimentos dos servidores públicos no último dia útil do mês trabalhado.

Em julgamento de mérito, o Tribunal de Justiça do RS concedeu o Mandado de Segurança, determinando que o Governador do Estado se abstivesse de proceder com o parcelamento da remuneração dos servidores públicos representados pelas entidades impetrantes, assegurando o pagamento integral dos vencimentos até o último dia útil do mês trabalhado.

Comunicado da Decisão, o Estado apresentou um recurso especial e um recurso extraordinário. O recurso especial foi julgado pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), que entendeu por rejeitar o pedido e, mesmo após a apresentação de um recurso de agravo interno, manteve o seu posicionamento. Com essas decisões do STJ, o Mandado de Segurança transitou em julgado naquele Tribunal.

Leia mais...

previewDELEGADOS APROVARAM TAMBÉM AS MUDANÇAS ESTATUTÁRIAS E O CÓDIGO DE ÉTICA DA ENTIDADE

Os delegados presentes ao Congresso Nacional Extraordinário da COBRAPOL, realizado em Brasília desde segunda (12) e encerrado nesta quarta-feira (14), decidiram, por unanimidade, reforçar a luta dos policiais civis em defesa da aposentadoria diferenciada na reforma previdenciária que será discutida e deliberada em dois turnos pelo Senado Federal nas próximas semanas.

Segundo o presidente André Luiz Gutierrez, “vamos intensificar o trabalho para sensibilizar os senadores de modo a aprovar nosso pleito pela aposentadoria diferenciada para os policiais civis e demais profissionais da segurança pública e, no mínimo, tentar reduzir ao máximo os danos ainda contidos no texto aprovado pela Câmara dos Deputados”.

Leia mais...

previewO Congresso Extraordinário da COBRAPOL teve continuidade na quarta-feira (14) com uma palestra de Daisson Portanova, jurista, consultor em matéria previdenciária e de Direito Social, professor em Direito Previdenciário e ex-presidente da Comissão de Previdência Social da OAB-RS (fotos). Após a apresentação do professor, houve debates sobre as consequências da aprovação da PEC 6/2019 na Câmara dos Deputados para os policiais civis e demais profissionais da segurança pública.
Uma outra questão abordado durantes os debates foi a implantação da reforma nos Estados e seus reflexos para a categoria. 
O presidente da Confederação, André Luiz Gutierrez, afirmou que uma das principais motivações do Congresso é a discussão dos rumos da luta pela defesa da aposentadoria policial. “Essa é uma questão que diz respeito aos atuais profissionais e aos futuros, por isso, temos que buscar todas as alternativas para não haver retrocesso em nosso direito a uma aposentadoria diferenciada em razão das atividades de risco que exercemos, assim como outros segmentos da segurança pública”, argumentou.

Fonte: Comunicação COBRAPOL

previewA COBRAPOL promoveu na noite desta segunda-feira (12) a abertura de seu Congresso Nacional Extraordinário, nas dependências do Hotel Nacional, em Brasília (DF), com a presença de delegados e representações das entidades filiadas de todo país, em clima de unidade e luta (fotos).

A cerimônia de abertura foi feita pelo presidente da entidade, André Luiz Gutierrez, que, ao saudar e agradecer todos os presentes, destacou “a importância do momento vivido pelos trabalhadores policiais civis brasileiros e os desafios da COBRAPOL para defender as suas causas, como a aposentadoria diferenciada, e melhores condições de trabalho diante do grave quadro de sucateamento que vive a instituição Polícia Civil”.

“Passou da hora dos governantes darem a devida importância à segurança pública nacional”, afirmou Gutierrez, acrescentando que “o que está em jogo, em última instância, é a defesa do cidadão e da sociedade, nunca tão desprotegidos como atualmente”.

Leia mais...

O Damásio Educacional Capão da Canoa está oferecendo desconto de 50% nos cursos de atualização e prática jurídica do Damásio Educacional Capão da Canoa, para os Associados da UGEIRM Sindicato.

O Damásio Educacional é uma instituição tradicional na área do Direito – há quase 48 anos de atuação no País –, possui atualmente mais de 50 mil alunos em cursos de graduação, pós-graduação, preparatórios para o Exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) e para as carreiras públicas, no país inteiro.

Leia mais...

preview

Por iniciativa do deputado estadual Rodrigo Maroni (PODE), a Assembleia Legislativa dedicará seu Grande Expediente, desta terça-feira (13), à uma homenagem à Polícia Civil por seus relevantes serviços prestados à comunidade. A sessão terá início às 14 horas, no Plenário da Casa.

A realização dessa homenagem é uma iniciativa muito importante, nesse momento em que a instituição passa por grandes problemas, mas, mesmo assim, continua prestando serviços inestimáveis à sociedade gaúcha. A direção da UGEIRM estará representada nesta sessão e convida todos os (as) policiais civis, que tiverem disponibilidade, a estar presente na Assembleia Legislativa, para receber essa homenagem da representação do povo gaúcho.

previewOs associados da UGEIRM agora, terão direito a descontos no restaurante Via Imperatore, localizado na Cidade Baixa em Porto Alegre.O restaurante, um dos mais tradicionais da capital, oferece um variado buffet no almoço e no jantar.

Para utilizar o desconto de 10% sobre o valor das refeições, às sextas-feiras a noite e durante o dia nos fins de semana, basta apresentar a carteirinha de associado da UGEIRM. O Via Imperatore fica localizado na rua da República, 509, no bairro Cidade Baixa em Porto Alegre.