FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

O Projeto de Lei, de iniciativa do governo Sartori/MDB, que altera a estrutura do IPE, dividindo-o em duas autarquias, estará na pauta de votação da Assembleia Legislativa nesta terça-feira (05). Os quatro projetos que podem ir a votação, tratam da reestruturação do Instituto de Previdência do Estado do Rio Grande do Sul (IPE) e da criação do Instituto de Assistência à Saúde dos Servidores Públicos do Rio Grande do Sul. O governo já tentou colocar os projetos em votação nas duas semanas anterior, porém não conseguiu quórum suficiente.

É fundamental que os servidores pressionem os parlamentares, para que os projetos sejam retirados da pauta e se abra uma discussão aprofundada sobre os rumos do IPE. O Instituto é sustentado com a contribuição dos servidores públicos estaduais e qualquer mudança deve ter a participação dos maiores interessados na saúde financeira e administrativa do Instituto.

A UGEIRM está convocando os Policiais Civis a enviarem mensagens de e-mail, solicitando aos parlamentares que retirem o projeto da pauta e abram a discussão com os servidores. O IPE necessita de mudanças, mas não feitas de afogadilho, sem discussão e com qquestinoamentos dos próprios servidores do IPE. Não vai ser a criação de mais uma estrutura que vai resolver os problemas do IPE.

Clique aqui e veja um estudo realizado pelo MUS (Movimento unificados dos Servidores Públicos Estaduais), do qual a UGEIRM participa, sobre as mudanças propostas pelo governo Sartori/MDB.