FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

O funcionalismo público do Paraná, mais uma vez, teve sua expectativa frustrada. Em seu primeiro projeto enviado a Assembléia Legislativa como governadora do Paraná, Cida Borghetti (PP) não incluiu o pagamento de reajuste salarial aos servidores estaduais em 2019. Como em anos anteriores, a suspensão da data-base do funcionalismo consta da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2019. Como consequência, os servidores irão completar quatro anos sem reposição da inflação.

Tal medida da nova governadora provocou indignação geral do funcionalismo público. Na esfera policial a revolta ainda é maior. Fabio Barddal Drummond, presidente do Sindicato das Classes Policiais Civis do Estado do Paraná – Sinclapol se manifestou contrário à medida. “Não aceitamos de maneira nenhuma este posicionamento. Somos totalmente contrários a esta determinação e iremos tomar providências para que esta determinação seja revertida,” diz Fabio Drummond.