FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

Após mais de um ano em que se deu a publicação da autorização pelo Exército Brasileiro que libera o uso particular de armas calibre 9x19 mm por policiais, a Diretoria de Fiscalização de Produtos Controlados DFPC publicou a regulamentação para a aquisição do referido calibre, ação há muito esperada pelos policiais civis. A portaria 124 publicada no dia 1 de outubro de 2018 além da regulamentação de compra de armas, determina os parâmetros de compra de munições e regula a quantidade de armas de fogo de uso restrito de acordo com as categorias profissionais entre outras disposições.

Estão autorizados a adquirir até duas armas nos calibres 9x19 mm, .40S&W, .45 ACP e .357 Magnum, policiais federais, policiais rodoviários federais, policiais ferroviários federais, policiais civis, policiais e bombeiros militares, policiais legislativos do Congresso Nacional, membros da Magistratura, do Ministério Público da União, do Distrito Federal e dos Territórios.

Agentes operacionais da Agência Brasileira de Inteligencia, auditores-fiscais e analistas tributários da Receita Federal do Brasil, desde que diretamente envolvidos no combate e repressão aos crimes de contrabando e descaminho além de Agentes e Guardas prisionais também foram contemplados, porém com algumas diferenças na quantidade de armas ou calibres.

O calibre 9x19 mm é considerado um dos mais utilizados por policiais no mundo inteiro, pelo seu custo-benefício, tais como: Maior capacidade, menor recuo (importante em armas compactas), menor desgaste da arma e valor mais econômico da munição, o que torna o calibre efetivo para o uso policial em situações de defesa e de treinamento.

Com a evolução tecnológica, existem diversos tipos de cartuchos e projéteis que possibilitam efeitos balísticos diferenciados e adequados às situações enfrentadas pelos policiais no seu cotidiano.