FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

     Em clima de despedida do Palácio Piratini, o governador José Ivo Sartori não vai surpreender os servidores e pela quarta vez em quatro anos de mandato, vai parcelar o 13° salário de 2018 do funcionalismo gaúcho. O governador sancionou a lei que autoriza o parcelamento e a aprovação foi publicada no Diário Oficial do Estado desta quarta-feira (12).
    O Banrisul deve abrir nos próximos dias a possibilidade de recebimento do 13° através de empréstimo bancário, entretanto, o dinheiro só deve entrar na conta dos correntistas a partir do dia 20, data prevista em constituição para a quitação do benefício. As datas de abertura da operação e de depósito aos contratantes do empréstimo ainda não foram divulgadas pelo Banrisul. 

    Os deputados estaduais foram unânimes em aprovar nesta terça-feira (11) o parcelamento. O texto prevê ainda indenização de 1,5% ao mês pelo atraso no pagamento da obrigação. 
    O governador sancionou a lei sem vetos, o que significa que a emenda proposta pelo deputado Pedro Ruas (PSOL), aprovada por unanimidade na mesma ocasião, garantindo que o banco ofereça o empréstimo do 13º também aos servidores que estão inadimplentes ou que possuem ação judicial, foi aprovada.
    O governo alega falta de recursos para justificar o parcelamento, utiliza da mesma justificativa para atrasar os salários. O que surpreende é que em quatro anos o governador não tenha organizado as finanças e o estado continue gastando mais do que recebe.