FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

O governador Sartori/PMDB anunciou, na manhã de ontem (25), que vai alterar a forma de pagamento dos servidores públicos estaduais. A partir desse mês, não haverá mais parcelamento. Os servidores serão pagos de forma escalonada, a previsão é que no dia 29 sejam pagos apenas os que recebem até R$ 1.500,00. A partir daí, serão quitados, progressivamente, os salários dos demais servidores. Com isso, a Polícia Civil não receberá nenhum valor no dia 29 de setembro, com os salários sendo quitados de acordo com a disponibilidade financeira do estado. Sem previsão de data.

Para presidente da UGEIRM, resposta da Polícia Civil tem que ser nas ruas

O presidente da UGEIRM, Isaac Ortiz, convoca os e as policiais civis para darem sua resposta nas ruas, no dia 29. “Agora o governo passou de todos os limites. Como os policiais vão conseguir trabalhar sem receber nem uma parte dos seus salários no fim do mês? Ainda teremos que conviver com a insegurança de não sabermos quando receberemos e se receberemos. A única resposta possível a esse governo, é lotarmos as ruas no dia 29 de setembro. Aqueles colegas que ainda estavam em dúvida, agora têm que colocar a mão na consciência e ir para Porto Alegre. Vamos lotar a frente da Secretaria de Segurança Pública na sexta-feira a partir das 11h30. De lá, vamos até a Secretaria da Fazenda gritar para o Secretário Giovani Feltes que não aceitaremos calados mais esse absurdo. Primeiro, o governo parcelou nossos salários, depois suspendeu as promoções, depois bloqueou nossa aposentadoria, agora declara que não vai pagar nossos salários. E nós? Vamos ficar quietos, fazendo operações e dando material para a propaganda do governo? A resposta nós veremos no dia 29.”