FEIPOL-SUL

FEDERAÇÃO INTERESTADUAL DOS TRABALHADORES POLICIAIS CIVIS DA REGIÃO SUL

Projeto permite que empréstimo seja firmado na rede bancária para saque do benefício.

Por 51 votos a 1, a Assembleia Legislativa aprovou, na tarde desta terça-feira, o projeto que trata do pagamento de indenização aos servidores estaduais pelo atraso do 13º salário. O texto prevê a possibilidade de o funcionalismo receber o pagamento de 2017 por meio empréstimo bancário. O depútado Marcel Van Hattem (PP) foi o único a votar contra. Ele justificou que a operação vai obrigar que os funcionários públicos se ‘humilhem” diante de gerentes de banco.

O projeto de lei esclarece que o ressarcimento do valor da operação é de responsabilidade do governo, embora a operação deva ser solicitada pelo próprio trabalhador, no banco que preferir.

O empréstimo é facultativo, ou seja, a opção de aderir a essa operação é do servidor. O benefício vai ser pago em 12 parcelas, a partir de janeiro, acrescido de juros de 1,42% ao mês.

Texto: Correio do Povo

Foto:AL/RS